Notícias e Novidades

25/09/2013MotoGP Gran Premio Iveco de Aragón

A Yamaha Factory Racing ainda não triunfou em Aragón desde a estreia do circuito MotorLand no MotoGP?, em 2010. Jorge Lorenzo e Valentino Rossi querem alterar isso neste fim-de-semana.

Faltam disputar cinco corridas em 2013 e Lorenzo venceu as duas últimas, o que lhe permite estar agora em igualdade de pontos com Dani Pedrosa, da Repsol Honda Team.

?Estou ancioso para Aragon porque fizemos um teste muito bom lá antes do Grande Prémio de Assen,? diz o Campeão do Mundo. ?Fomos os mais rápidos nesse teste e agora temos uma moto ainda melhor. Quero ver qual é o nosso novo nível na pista. Sinto-me fisicamente bem e o último teste em Misano também nos correu muito bem, vou otimista para Aragón.?

Valentino Rossi também acredita que a Yamaha pode ter um fim-de-semana mais forte, isto depois da introdução da transmissão ?seamless? em Misano.

?Depois de fazer um teste fico sempre muito curioso em relação à corrida seguinte,? explica o italiano. ?O teste de Misano foi muito positivo. Melhorámos vários aspectos, quero ver se conseguimos dar mais um passo nas corridas. O objetivo é sempre lutar com o Jorge, o Dani e o Marc (Márquez, Repsol Honda Team e líder do campeonato). Nos recentes testes que fizemos em Aragón o Jorge e eu conseguimos bons tempos com a M1. A moto funcionou bem, pelo que estamos desejosos por este circuito.?

As equipes que já venceram em Aragon até ao momento são a Ducati Team e a Repsol Honda Team, com Casey Stoner a vencer por cada uma das marcas em 2010 e 2011, com Dani Pedrosa a vencer no ano passado.

E Marc Márquez sublinha que Dani Pedrosa ainda detém a posição de ?número um? na Repsol Honda Team, isto apesar de liderar o campeonato quando faltam apenas disputar cinco corridas em 2013.

Em termos estatísticos, os números pendem de forma claramente favorável para o lado do Campeão do Mundo de Moto2. Apesar de ser a sua estreia na categoria rainha, Márquez superou Pedrosa em nove qualificações contra quatro e, em corrida, superou o mais experiente companheiro de equipe em oito dos 12 GP?s em que ambos participaram (Pedrosa falhou o Grande Prémio da Alemanha após queda). Contudo, no que toca à corrida pelo ceptro e à luta contra Jorge Lorenzo, da Yamaha Factory Racing, não espera uma inversão de papeis.

É claro que, estando na situação em que estou, não posso negar: sim, estamos pensando no campeonato e sabemos que temos a possibilidade de o ganhar, começa Márquez. Mas mantenho o que disse antes. Já fiz mais do que esperava no meu primeiro ano no MotoGP e se vencer o título então sim, seria fantástico, mas não sinto qualquer obrigação para vencer. Tanto o Dani, como o Jorge estão muito fortes e estão a dar os 100%. Para mim é uma honra estar a lutar contra o melhor Jorge e melhor o Dani (agora ambos recuperados das lesões). Eles estão a dar o máximo para me oferecerem muita luta. O Jorge está a jogar bem as suas cartas, ele sabe o que tem de fazer, de correr riscos e vencer corridas.

No que respeita à luta interna com Pedrosa, Márquez continua:

Quando se está em pista o primeiro inimigo é o companheiro de equipe. Temos sempre essa rivalidade na garagem. Mas para mim é claro que neste momento o Dani é o número um da nossa equipe. É ele que tem de vencer o título e eu sou o estreante. Foi assim que comecei o ano e é assim que vou terminar ? e não tenho qualquer intenção de assumir um papel diferente porque não é o meu momento. Veremos o que acontece para o ano, mas neste momento o meu papel é ser o estreante e estou a tirar o máximo partido disso porque não tenho responsabilidades, nem pressão. Posso correr com mais liberdade.

A 14ª das 18 etapas do campeonato, o Grande Prémio Iveco de Aragón, tem lugar este fim-de-semana com Márquez na frente da classificação com 34 pontos de vantagem sobre Lorenzo e Pedrosa. Estão em luta 125 pontos até ao final do ano.

Histórico - Outras Notícias

Visite Também

Eventos // Promoções // Mural de Recados

Patrocínio

Twitter Facebook Skype
Força Livre Rádio Rock - Rock n' Roll 24 horas
Ao vivo todas as quintas, às 20h, com Evandro Rogério - 54 9974 2061 - contato@programaforcalivre.com.br