Notícias e Novidades

05/05/2013MotoGp Gran Premio bwin de España ( resultados )

O Circuito de Jerez deu as boas-vindas a muito público para a primeira corrida europeia do ano. Lorenzo foi o piloto a bater durante todo o fim-de-semana e garantiu a segunda pole da temporada de forma confortável no sábado. Ele partilhou a primeira linha do grid com a dupla da Repsol Honda, com Pedrosa sabendo que uma largada rápida seria vital.

Confirmando os maiores receios de Lorenzo, Pedrosa passou para a frente na largada da corrida, mas Lorenzo respondeu de imediato e passou para a frente. Contudo, na sexta volta na curva Dry Sack Pedrosa saltou de novo para a liderança, enquanto o piloto da Yamaha começou a perder terreno para Márquez. Já Pedrosa mantinha ritmo consistente na frente e a caminho da primeira vitória desde Valência no ano passado.

A corrida de Márquez foi dramática depois de iniciar o fim-de-semana na liderança do Campeonato em conjunto com Lorenzo. Depois de relegar Valentino Rossi para quarto após o piloto da Yamaha o ter ultrapassado no final da primeira volta, o jovem de 20 anos passou a atacar Lorenzo e tentou várias trajetórias para distrair o Campeão do Mundo. Ironicamente, a manobra definitiva acabou por surgir na agora chamada curva Jorge Lorenzo no final da última volta, com o homem da Yamaha a ficar a fumegar após o contato entre ambos ( Foto ).

Já Rossi, e depois de ser superado por Márquez, fez corrida solitária para terminar na quarta posição, com Cal Crtuchlow (Monster Yamaha Tech 3) a levar a melhor sobre Álvaro Bautista (GO&FUN Honda Gresini) no embate pelo quinto posto. Isto ao cabo de um fim-de-semana complicado onde o britânico sofreu duas quedas no sábado. A dupla da Ducati Team, Nicky Hayden e Andrea Dovizioso, terminou entre os oito primeiros, enquanto o piloto de testes da marca, Michele Pirro, esteve muito bem ao terminar em 11º com o chassis GP13 Lab.

Héctor Barberá e a Avintia Blusens impressionaram ao qualificaram a CRT na 10ª posição, mas no dia da corrida o espanhol caiu para 12º com Aleix Espargaró (Power Electronics Aspar) a ser o melhor CRT pela terceira vez consecutiva depois de terminar em nono, à frente de Bradley Smith (Tech 3). Hiroshi Aoyama (Blusens) caiu para 18º nos momentos finais, enquanto Michael Laverty somou os primeiros pontos aos comandos da máquina construída pela PBM e ficou à frente de Danilo Petrucci (Came IodaRacing Project) e de Colin Edwards (NGM Mobile Forward Racing), que também somou os primeiros pontos do ano.

Márquez é agora o líder do Campeonato do Mundo, com o companheiro de equipe Dani Pedrosa a três pontos de distância, com 58, e Lorenzo em terceiro com 57. Rossi e Crutchlow completam o Top 5, enquanto Espargaró dilatou a margem na frente do pelotão das CRT para 10 pontos sobre Barberá.

 

Moto2:

Rabat tirou bom partido da vantagem que detinha sobre Redding quando as luzes vermelhas se apagaram. O espanhol fez com que a vitória parecesse fácil apesar da pressão do público da casa e começou a ganhar vantagem de forma confortável para os demais. Ele acabou por ganhar com mais de quatro segundos de margem.

A prestação de Redding rumo ao segundo posto foi tranquila, com o piloto da Marc VDS Racing Team a dar mostras de consistência nesta época de 2013. Depois de ter falhado por pouco o triunfo no Qatar, antes de ser quinto no Texas, o britânico vai agora para a quarta jornada da campanha com apenas um ponto de atraso para o líder do Campeonato.

Espargaró, favorito da pré-época para muitos, estava desesperado para recuperar terreno depois de ter caído no Circuito das Américas há duas semanas após ter ganho no Qatar. A rodar em quarto e a ganhar terreno a Nakagami (Italtrans Racing Team), o nipónico viu-se prejudicado pelo indonésio Rafid Topan Sucipto (QMMF Racing Team), que rodava com uma volta de atraso. Espargaró acabou por apanhar Nakagami a cinco voltas do final para o passar na penúltima em consequência de erro não forçado do japonês à saída da curva Michelin. Depois da corrida Scupito pediu desculpas a Espargaró por o ter atrasado um pouco.

Rabat assume agora a liderança do Campeonato com um ponto de margem sobre Redding. Espargaró é terceiro, a 11 pontos da frente, com Terol e Aegerter a completarem o Top 5.

A campanha da Moto2? continua dentro de duas semanas no circuito de Le Mans com o Monster Energy Grande Prémio de França.

Histórico - Outras Notícias

Visite Também

Eventos // Promoções // Mural de Recados

Patrocínio

Twitter Facebook Skype
Força Livre Rádio Rock - Rock n' Roll 24 horas
Ao vivo todas as quintas, às 20h, com Evandro Rogério - 54 9974 2061 - contato@programaforcalivre.com.br