Notícias e Novidades

17/06/2012Moto Gp Silverstone - Resultados

Moto GP:

Vindo da quarta posição do Grid, Lorenzo ainda caiu para quinto no início da corrida e manteve a posição até à sexta volta, altura em que recuperou terreno para chegar a segundo, atrás de Casey Stoner. O australiano só conseguiu manter Lorenzo atrás de si durante quatro voltas, altura em que o líder do Campeonato desferiu o ataque para passar para a liderança após magnífica batalha com o rival ao longo de várias curvas.

Lorenzo ficou em primeiro na 11ª volta para não mais perder a posição e a única ameaça ao triunfo foi um pequeno susto a quatro voltas do final. Ele cruzou a linha de chegada com 3,313s de margem sobre Stoner, somando o máximo de pontos e dilatando a vantagem na frente da classificação de 2012 para 25 pontos. Lorenzo ruma a Assen dentro de duas semanas com um total de quatro vitórias em seis corridas e 140 pontos. A vitória serviu também para aumentar a vantagem da Yamaha na tabela de Construtores para 140 pontos, mais 14 que a Honda.

Ben Spies fez impressionante corrida, saltando da primeira linha do Grid para a liderança logo na primeira curva. O texano apresentou depois voltas perfeitas na frente do pelotão e mostrava-se dominador, mas uma dramática quebra na aderência do pneu fez-lo cair para segunda na quinta volta, atrás de Stoner. Ele ainda tentou manter-se competitivo, mas acabou por cair quinto, posição que manteve até final. O resultado foi o melhor para o americano e valeu-lhe 11 pontos, totalizando agora 35 e ocupando o 11º posto.

A Repsol Honda Team somou mais um duplo pódio este domingo da prova do grande Prémio da Inglaterra, com Casey Stoner em segundo e Dani Pedrosa em terceiro.

Moto2:

Pol Espargaró, da Pons 40 HP Tuenti foi quem levou a muito emocionante corrida de Moto2 no Hertz Grande Prémio de Inglaterra, em Silverstone, à frente de Scott Redding e Marc Márquez.

O grande dominador do fim-de-semana de Silverstone, Pol Espagaró, assinou brilhante vitória este domingo, levando a melhor sobre Scott Redding e Marc Márquez.

A prova da categoria intermediaria teve início sob céu cinzento, mas sem chuva e com os britânicos Redding e Bradley Smith a assumirem o protagonismo inicial após grande largada deste último desde a segunda linha do Grid.

Espargaró, que partiu da pole pela primeira vez desde que entrou para a Moto2, manteve-se na expectativa durante as primeiras voltas, pouco disposto a ver-se envolvido na luta inicial dos pilotos da casa e enquanto Redding marcava o ritmo ao assinar a volta rápida para tentar a fuga. Mas Espargaró, Marc Márquez e Andrea Iannone não perderam os dois primeiros de vista e passaram o inglês da Marc VDS Racing no meio da corrida.

O último terço da corrida foi palco de um recital de pilotagem de Espargaró, que conseguiu alguma vantagem sobre os perseguidores enquanto atrás de si Redding e Márquez levavam a cabo electrizante batalha pela segunda posição. O espanhol levou a melhor sobre o britânico a três voltas do final e conseguiu fechar-lhe a porta até à última volta, altura em que o piloto da casa de 19 anos lhe retribuiu a manobra e cruzou a linha de chegada e pódio para alegria de todo o público presente. Contudo, o terceiro posto de Márquez foi o bastante para este recuperar a liderança da classificação; o espanhol soma agora 102 pontos, mas seis que Espargaró e que o suíço Thomas Lüthi, que hoje não foi além de oitavo.

Iannone foi quarto, seguido de Simone Corsi (Came Iodaracing Project), Claudio Corti (Italtrans Racing Team) e Bradley Smith (Tech3 Racing). A fechar a lista dos dez primeiros ficaram Dominique Aegerter (Technomag-CIP) e Mika Kallio (Marc VDS Racing Team), enquanto o estreante brasileiro Eric Granado (JiR Moto2) foi o último a cruzar a linha de chegada, em 32º.

Moto3:

Com as melhores condições de todo o fim-de-semana, os homens de Moto3? foram à pista com o piloto da Caretta Technology Alexis Masbou a levar a melhor sobre Efrén Vázquez, da JHK T-Shirt Laglisse logo na partida. Contudo, o grupo constituído por Maverick Viñales, da Blusens Avintia, Luis Salóm, da RW Racing GP, Sandro Cortese, da Red Bull KTM Ajo, Louis Rossi, da Racing Team Germany, e Romano Fenati, da Team Italia FMI, cedo tomou a dianteira da prova.

O companheiro de equipe de Masbou, Jack Miller, caiu logo na primeira volta, enquanto o piloto da Estrella Galicia 0,0 Alex Rins foi ao chão quando faltavam 16 voltas para o final. Miller fraturou a clavícula e Rins fez uma fratura no segundo metacarpo da mão esquerda e uma fratura no segundo dedo da mão direita. Entretanto, o grupo da frente era liderado ora por Viñales, Salóm ou Vásquez, enquanto Cortese e Rossi perseguiam de perto o trio.

Quando faltavam 13 voltas para o final, o piloto da IodaRacing Team - Jonas Folger viu a sua corrida terminar, enquanto o wildcard britânico John McPhee, da Racing Steps Foundation KRP, caia, embora tivesse conseguido permanecer na prova. Ao mesmo tempo, o companheiro de Cortese, Danny Kent e o homem da AirAsia-SIC-Ajo Zulfahmi Khairuddin fechavam o grupo da frente, liderado por Salóm, Viñales e Rossi.

A oito voltas do fim, o homem da Red Bull Arthur Sissis e o companheiro de Miguel Oliveira, Rins, aproximaram-se do grupo da frente, criando um pelotão de 11 pilotos em luta pelas posições da frente. Na mesma volta, Giulian Pedone teve um problema e acabou por abandonar a prova de forma prematura.

Duas voltas mais tarde, Viñales tentou travar o ritmo, mas sempre com Salóm e Cortese por perto. Entretanto, o piloto caseiro da Mahindra Racing Danny Webb foi obrigado a abandonar a corrida. Quando faltavam duas voltas para o final Viñales defendia a liderança da corrida, com Salóm e Cortese mesmo atrás, enquanto Masbou encabeçava o grupo mais atrasado, na companhia de Kent, Rossi e Vázquez.

A emoção não acabou na última volta, com Cortese a apanhar Salóm, que tinha estado em luta com Viñales, na segunda posição. Contudo, Salóm não desistiu de lutar até ao fim, acabando por conseguir recuperar o pódio. Para o vencedor da corrida de Le-Mans, Rossi, o final foi dramático, pois perdeu a frente da moto nas últimas curvas, acabando por não chegar a cruzar a chegada.

A corrida terminou com Viñales a cruzar a linha de chegada na frente, conquistando a terceira vitória da temporada e a liderança do Campeonato, à frente de Salóm e de Cortese, que completaram o pódio. Masbou ficou com o quarto posto, seguido de Vázquez, Kent, Fenati, Sissis, Khairuddin e Miguel Oliveira, que fechou a lista dos dez primeiros.

Histórico - Outras Notícias

Visite Também

Eventos // Promoções // Mural de Recados

Patrocínio

Twitter Facebook Skype
Força Livre Rádio Rock - Rock n' Roll 24 horas
Ao vivo todas as quintas, às 20h, com Evandro Rogério - 54 9974 2061 - contato@programaforcalivre.com.br