Notícias e Novidades

18/09/2011Moto GP Grande Prémio de Aragón - Espanha

Moto GP:

No Grande Prémio de Aragón Casey Stoner conseguiu a oitava vitória da temporada, oferecendo à equipa da Repsol Honda Team um histórico 100º triunfo.

Stoner não celebrou apenas o recorde da melhor pole position (1m48,451s) e a volta mais rápida (1m49,046s) no circuito de MotorLand, mas também ofereceu a 100ª vitória à Repsol Honda Team, desde que a parceria foi formada em 1995, quando o australiano Mick Doohan venceu a primeira prova para a equipe da fábrica HRC.

Dani Pedrosa completou o pódio duplo, ao lado do seu companheiro, depois de ter garantido uma confortável distância para Jorge Lorenzo. Infelizmente, Andrea Dovizioso caiu na primeira volta e teve de abandonar a corrida.

O líder do Campeonato Stoner tem agora uma vantagem de 44 pontos para Lorenzo, que ocupa a segunda posição, com Dovizioso em terceiro e Pedrosa com o quatro lugar, a pouca distância do seu adversário mais direto .

O Campeonato segue agora para o Japão, para a prova de numero 15 em Motegi, no dia 02 de Outubro, com a HRC a fazer entrar Shinichi como wild card, enquanto Kosuke Akiyoshi irá correr ao lado de Toni Elias pela LCR, como forma de mostrar apoio à zona oriental do Japão.

Casey Stoner:

"Antes da corrida todos estávamos com alguns cuidados por causa do vento que estava no warm up, mas as condições diferentes daquilo que experimentámos ao longo do fim-de-semana. Isto estava nas nossas cabeças, assim como aquecermos bem os pneus, para garantir que tudo estava bem no início da corrida. A nossa partida foi muito normal, passei para o lado esquerdo e consegui evitar bater no Dani, mas o Ben veio por fora e acabei por ficar na terceira ou quarta posição à entrada para a primeira curva. Mas, a partir dai consegui me acalmar e sentia-me bem com a moto. Queria chegar à frente da corrida o mais depressa possível, a moto esteve perfeita este fim-de-semana, por isso tentei distanciar-me. O Dani continuou no meu pé nas primeira voltas, mas aos poucos consegui afastar-me e liderar a corrida. Penso que todos estávamos com problemas nos pneus, mas a moto estava fantástica e não me importo quando a moto desliza um pouco! Um grande, grande obrigado para toda a equipe e conseguir esta 100ª vitória para a Repsol Honda é algo muito especial?.

Dani Pedrosa:

"Nos treinos já tínhamos visto que o Casey estava muito rápido aqui e ele é sempre assim na corrida. Eu estava perdendo alguns décimos no primeiro setor e não estava conseguindo diminuir a diferença nas outras zonas da pista. Na segunda parte da corrida estava com falta de aderência, mas estava divertido, foi uma pena não estar mais perto do Casey. Tive muitos problemas na traseira durante toda a corrida. A minha prioridade era controlar a distância para o Spies e o Jorge nas últimas voltas e conseguir outro pódio. Conseguimos o segundo lugar nas últimas três corridas, o que não é mau, mas queremos continuar a melhorar nas corridas que faltam".

Andrea Dovizioso:

?A moto fugiu-me na primeira curva à direita, todo o peso foi para a frente. Não consegui controlar a moto, penso que o pneu da frente ainda não estava na temperatura certa. É muito frustrante ver a nossa corrida acabar na segunda curva na primeira volta depois de todo o trabalho que fizemos durante o fim-de-semana. É uma pena., porque tínhamos ritmo para lutar pelo pódio e a equipe fez um bom trabalho. Deixar Aragón sem pontos também é mau para o Campeonato. Ainda estamos em terceiro, com uma vantagem de 15 pontos para o Dani, mas precisamos regressar ao pódio e fazer bons resultados. O ano passado fizemos um grande final de temporada, especialmente no Japão e na Malásia, por isso estou ansioso pelo próximo Grande Prémio?.

Moto2:

O jovem espanhol alcançou a sétima vitória na categoria intermédia numa emocionante luta no Grande Prémio de Aragón, com Iannone em segundo e Simone Corsi em terceiro.

O homem da pole, Marquéz (Team CatalunyaCaixa Repsol), não perdeu tempo no início da corrida, iniciando desde logo a luta pela liderança com Stefan Bradl (Viessmann Kiefer Racing) e Scott Redding (Marc VDS Racing), com Redding a ir para a frente da corrida no final da primeira volta.

Volta a volta, Bradl ia aguentando a liderança da corrida, enquanto Iannone (Speed Master) tentava ganhar posições depois de ter partido da 10ª posição, ao lado de Corsi (Ioda Racing Project) e Alex de Angelis (JiR Moto2). Começava assim uma luta de cortar a respiração pelo primeiro posto, com Márquez a conseguir finalmente alcançar a frente da corrida na volta 13, apesar das investidas de Iannone que estava apostando em não deixar fugir o espanhol.

Nessa altura começou também a luta pela segunda posição, com Iannone que acabou por cruzar a linha da chegada um décimo à frente de Corsi, seguidos de Angelis a meio segundo de distância. Aleix Espargaró (Pons HP 40) foi quinto, à frente de Bradley Smith (Tech 3 Racing), enquanto Thomas Lüthi (Interwetten Paddock Moto2) fez uma fantástica recuperação para terminar em sétimo, depois de ter caído para a 16ª posição na volta 8.

Bradl deixou escapar o grupo da frente a partir da volta 16, aparentemente devido a problemas mecânicos, acabando a corrida na oitava posição, um posto mais baixo do que o esperado, e que diminui a vantagem que tem na liderança do Campeonato para Marquéz para apenas seis pontos.

A nona posição ficou para Dominique Aegerter (Technomag-CIP), depois de ver o video da chegada, que determinou que passou a linha da chegada à frente de Mika Kallio (Marc VDS Racing), o décimo. Os dois pilotos cruzaram a linha de meta tão próximos que pareciam precisamente ao mesmo tempo.

Redding cruzou a meta na 15ª posição, depois de ter abandonado o grupo da frente na volta 9, acabando por perder ainda mais terreno nas duas últimas voltas.

125

Nico Terol liderou o Grande Prémio de Aragón do princípio ao fim, ganhando a oitava vitória da temporada de 2011, enquanto Héctor Faubel e Johann Zarco lutaram pela segunda posição, mas a queda de Zarco na última volta acabou por entregar o terceiro lugar a Maverick Vinãles.

Com o vento soprando com rajadas de mais de 30 km/hora, a corrida da categoria mais baixa começou com o piloto da Bankia Aspar Terol, a saltar para a frente da corrida e a distanciar-se de imediato do resto dos companheiros, acabando por cruzar a linha de chegada com mais de seis segundos de vantagem para o segundo classificado, Zarco.

Uma largada fraca da segunda fila, o francês tentou desesperadamente chegar à frente, acabando por conseguir alcançar o homem da pole, Héctor Faubel (Bankia Aspar), com quem acabou por disputar o intermédio do pódio durante toda a corrida. Já no final Faubel fez uma frenagem tardia entre a penúltima e a última curva, acabando por perder a frente da moto e entregando a segunda posição a Zarco e o terceiro posto a Maverick Viñales (Blusens by Paris Hilton Racing Team), que fez uma corrida solitária em quarto.

Contudo, já depois do final da corrida, estas posições foram alteradas, devido ao facto de Salom e Cortese terem feito ultrapassagens irregulares, quando a bandeira amarela estava levantada. Assim, no final a quarta posição ficou para Efrén Vázquez (Avant-AirAsia-Ajo), seguido de Luis Salom (RW Racing GP). O sexto posto ficou para Danny Kent (Red Bull Ajo Motorsport), Sandro Cortese em sétimo e Alberto Moncayo (Team Andalucía Banca Cívica) em oitavo.

Adrián Martín (Bankia Aspar) e Jonas Folger (Red Bull Ajo Motorsport) completaram o Top 10, à frente de Marcel Schrötter (Mahindra Racing) em 11º e Luigi Morciano (Team Italia FMI) na 12ª posição.

Louis Rossi (Matteoni Racing) esteve entre o grupo que lutou pela quinta posição até cair na volta 6, enquanto Alexis Masbou (Caretta Technology Forward Team) desistiu logo no início da corrida com problemas técnicos. Jasper Iwema (Ongetta-Abbink Metaal) e Harry Stafford (Ongetta-Centro Seta) também tiveram quedas, com Stafford a conseguir regressar à corrida, mas sendo depois forçado a sair antes do final. O português Miguel Oliveira também não conseguiu acabar a corrida, não indo além da volta 13.

Histórico - Outras Notícias

Visite Também

Eventos // Promoções // Mural de Recados

Patrocínio

Twitter Facebook Skype
Força Livre Rádio Rock - Rock n' Roll 24 horas
Ao vivo todas as quintas, às 20h, com Evandro Rogério - 54 9974 2061 - contato@programaforcalivre.com.br